Piso salarial da Enfermagem é sancionado; no GHC passa a valer a partir de 2023

Higienizadores retomam discussão sobre assédio moral no HCR
04/08/2022
Convênios: Unimed amplia faixa etária de filhos e oferece inclusão de netos como dependentes
08/08/2022

A lei que fixa o piso salarial da Enfermagem foi sancionada pelo Governo Federal. O ato foi publicado nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da União.

O texto, aprovado pela Câmara e pelo Senado, fixou em R$ 4.750 o piso nacional de enfermeiros dos setores público e privado, valor que serve de referência para o cálculo do mínimo salarial de técnicos de enfermagem (70%), auxiliares de enfermagem (50%) e parteiras (50%).

  • Enfermeiros: R$ 4.750
  • Técnicos de enfermagem: R$ 3.325
  • Auxiliares de enfermagem: R$ 2.375
  • Parteiras: R$ 2.375

Bolsonaro vetou o trecho do projeto que determinava que os pisos seriam atualizados anualmente com base na inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O piso entra em vigor após a publicação no Diário Oficial para instituições privadas (no GHC passa a valer a partir de 2023), sendo assegurada a manutenção das remunerações e salários vigentes superiores ao piso.

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Guardamos estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação.