GHC não dá previsão de contratação de novos profissionais para Nutrição e ignora sobrecarga

Campanha Salarial: Convenção é aprovada com 11,73% de reajuste salarial e manutenção de direitos
01/08/2022
Remanejo Noturno: ASERGHC e sindicatos vão ao TRT pressionar por regulamentação
04/08/2022

Foto: Maria Ana Krack / PMPA

No início de julho um grupo de trabalhadores da Nutrição do Hospital Cristo Redentor denunciou, junto à ASERGHC e Sindisaúde-RS, a alta sobrecarga de trabalho e o adoecimento dos profissionais no setor. Naquele momento, havia um atendente de nutrição disponível para servir 47 usuários.

Após levar o assunto à Gerência, sem a participação da Coordenação de Nutrição na ocasião, os representantes das entidades e a comissão de trabalhadores reuniram com o presidente Claudio Oliveira, em busca da reposição de trabalhadores e do pagamento de horas extras para os atendentes (leia o ofício enviado pela associação para a Diretoria aqui). Com a mobilização do setor, as horas extras foram pagas aos trabalhadores na semana seguinte, e a Gerência afirmou que realizaria novas contratações.

A Diretoria do GHC respondeu oficialmente as demandas da Nutrição do HCR nesta semana (leia o documento aqui). Além de não dar nenhuma previsão de contratação de pessoal para o setor, a gestão afirma que a sobrecarga foi agravada pelo alto índice de atestados médicos dos trabalhadores. Isto é, mais uma vez os gestores do Grupo ignoram as reais causas do adoecimento e do absenteísmo, e colocam a culpa da má gestão nos trabalhadores.

A ASERGHC enviou novamente, nesta terça-feira (2/08), um ofício (leia abaixo) elencando as principais causas que levam ao afastamento dos trabalhadores, como a sobrecarga de trabalho, a ausência de acompanhamento específico da Saúde do Trabalhador, a falta de assistência para as pessoas que apresentam sequelas da Covid-19, e também a precariedade da estrutura destinada aos profissionais, sem espaço adequado para o período de descanso. A falta de pessoal nas escalas também foi agravada pelo Plano de Demissão Voluntária, que retirou profissionais sem perspectiva de novos chamamentos dos trabalhadores aprovados em concurso.

A associação solicitou uma reunião com a Diretoria do grupo para tratar de todos os pontos discutidos com o setor da Nutrição. Confira a pauta levada pela ASERGHC:

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Guardamos estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação.