ASERGHC repudia ameaça de demissão aos trabalhadores da saúde de Canoas

Serviço psicológico: atendimentos em grupo ocorrem nos dias 11 e 13 de janeiro
05/01/2022
Assembleia geral discutirá Banco de Remanejo e atendimento de saúde dos trabalhadores
12/01/2022

A ASERGHC manifesta total repúdio a ameaça de demissão das/os trabalhadoras/es da saúde de Canoas contratadas/os pela GAMP, que permanecem sem receber seus direitos trabalhistas.

São mais de 3 mil profissionais, maioria mulheres, que prestam o atendimento à saúde através do SUS, que correm o risco de demissão sem nem mesmo saírem com a multa rescisória. A gestão municipal não pode penalizar o grupo de trabalhadoras do SUS pelas consequências da operação criminosa da GAMP (com conivência da gestão) que desviou milhões de reais do SUS.

Todo apoio as/aos trabalhadoras/es!!!

Foto: Sindisaúde-RS

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Guardamos estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação.