Trabalhadores cercam Ministro da Saúde e exigem transparência e dimensionamento de pessoal

Trabalhadores em frente ao prédio administrativo do GHC

Aserghc, dirigentes sindicais e centenas de trabalhadores estiveram hoje em frente ao Prédio Administrativo do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) para protestar contra os desmanches da saúde pública, exigindo transparência dos gastos do governo federal. Frases, como “Fora Temer”, “Ministro ladrão, vai com Temer para prisão” e “Nenhum Direito a Menos” foram entoadas pelos manifestantes em sinal de protesto.

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), veio ao GHC nesta quinta-feira (08), com a promessa de inaugurar uma pedra fundamental do futuro hospital de oncologia, 30 leitos no Hospital Cristo Redentor e a subestação de energia elétrica. A Aserghc defende o investimento mais que necessário para os usurários do SUS. Porém, segundo Valmor Guedes, presidente da associação, é necessário questionar a finalidade destas obras, visto que está sendo construída uma subestação muito maior do que a necessária. Para Guedes, a não contratação de novos profissionais para o investimento sobrecarrega o quadro atual, e aponta para o desejo da gestão de privatizar e sucatear as alas que necessitam de manutenção.

A cerimônia realizada a portas fechadas entre o Ministro, imprensa, diretoria do GHC, CCs e FGs nomeados pelo PMDB e PP, aconteceu às escondidas para impedir os trabalhadores de exercerem seu direito de se manifestar. No entanto, a unidade entre Aserghc, Sindisaúde, SinditestRS, Sergs, além das centrais sindicais CSP-Conlutas, CUT e CTB, mostrou que os funcionários do GHC e a população não vão aceitar de braços cruzados as indicações políticas dos partidos como PP e PMDB e os desmandos do governo Temer.

Trabalhadores em frente ao prédio administrativo do GHC
Trabalhadores em frente ao prédio administrativo do GHC
Valmor Guedes, presidente da Aserghc, convocando os trabalhadores para o protesto
Valmor Guedes, presidente da Aserghc, convocando os trabalhadores para o protesto
Caminhada convocando os usuários do SUS e trabalhadores do GHC
Caminhada chamando os usuários do SUS e trabalhadores do GHC
Trabalhadores impedidos de protestar
Trabalhadores impedidos de protestar

DSC_0233

DSC_0186

Fotos: Júlia Matos / Nathália Bittencurt (Comunicação Aserghc)