ASERGHC, sindicatos da saúde e GHC discutem prorrogação do Vale Alimentação e do Banco de Horas

Entidades representantes de trabalhadores realizam ação por vacina, auxílio e isolamento social em Porto Alegre
25/03/2021
Novo estatuto da ASERGHC já está em vigor
29/03/2021

O presidente Arlindo Ritter representou a ASERGHC na reunião virtual entre entidades sindicais e representantes do GHC na última quinta-feira, 25/03.

Na última quinta-feira, 25, representantes das entidades sindicais discutiram o Acordo Interno (Acordo Coletivo de Trabalho) do GHC com representantes do Grupo. Arlindo Ritter, presidente da ASERGHC e diretor financeiro do Sindisaúde-RS, junto à vice-presidenta do Sindisaúde-RS, Claudete Miranda, apresentaram as definições da assembleia geral realizada no início de março, com a participação de mais de 2 mil trabalhadores. Os sindicalistas defenderam a equiparação do valor do Vale Alimentação (VA) com o valor praticado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, R$ 494,94, incluindo o índice da inflação (INPC) revisado do período. Para a jornada de trabalho, a maioria dos trabalhadores optou pela manutenção dos termos atuais do Banco de Horas (BH), respeitando as especificidades de cada categoria.

O GHC buscou a renovação do Acordo Interno atual, baseando-se na lei complementar 173 aprovada em 2020 que, entre outros pontos, congela salários e benefícios até 31 de dezembro de 2021, impedindo novos investimentos na área. A gestão também propôs a unificação do VA com o BH num mesmo Acordo Coletivo de Trabalho.

As entidades sindicais e os representantes da diretoria do GHC decidiram por estender a validade do VA e do BH atual por 60 dias, para avaliações e deliberação em assembleia sobre a proposta de unificar o VA e o BH num mesmo acordo. Nesta mesma assembleia também deverá ser discutida a proposta de renovação do Acordo Interno por 2 anos, com previsão de que, em 90 dias ambas as partes voltem à mesa permanente de negociação, com vistas a discutir o reajuste do Vale Alimentação.

Login Convênio